Portugal

Guia de manutenção

Dez conselhos para uma manutenção adequada dos pneus

Michelin 18 mai 2010

Dez conselhos para uma manutenção adequada dos pneus

É fácil esquecer que os pneus são o único ponto de contacto entre o veículo e a estrada. Por isso, é tão importante manter a qualidade e performances dos mesmos, tanto para garantir a segurança como a mobilidade. Por isso aconselhamos que cumpra as seguintes recomendações de segurança.

1. Área de contacto

UM GRANDE TRABALHO PARA UMA PEQUENA SUPERFÍCIE

A parte do pneu que está em contacto com a estrada é aproximadamente do tamanho da sua mão. A sua segurança, conforto e a poupança de combustível dependem dessa pequena superfície. Assegure-se de seleccionar os pneus adequados e realizar a sua manutenção para que rendam ao máximo.
Tenha em conta que os pneus:

  • São a única união entre o veículo e a estrada
  • Suportam todo o peso do carro, uma carga até 50 vezes o seu próprio peso
  • Respondem aos diversos movimentos da condução como a direcção, a aceleração e a travagem do veículo
  • Absorvem todos os obstáculos do caminho

2. Desgaste e profundidade dos pneus

UMA MEDIDA DE SEGURANÇA RÁPIDA E SIMPLES

Comprove regularmente a profundidade do piso dos pneus e mude-os quando estiverem gastos. Deste modo a aderência e a tracção estarão garantidas, evitando desagradáveis surpresas. Troque os pneus antes da profundidade da escultura chegar ao limite legal de 1,6 mm. Para facilitar-lhe as coisas, os pneus Michelin levam indicadores de desgaste situados no fundo dos canais principais da banda de rolamento. A sua segurança e mobilidade dependem da profundidade do piso porque:

  • Os canais da escultura retiram a água que fica debaixo do pneu, ajudando a manter o controlo
  • Quanto maior for a profundidade da escultura mais água evacuará e, portanto, reduz-se o risco de aquaplaning
  • Uma pressão de enchimento correcta, assim como a manutenção regular do veículo, garantirá que os pneus tenham o melhor comportamento durante a sua vida útil

3. Pressão do pneu

VERIFIQUE A PRESSÃO TODOS OS MESES

A pressão correcta reduz o risco de perder o controlo do veículo. Também protege os pneus de um desgaste prematuro e de danos irreversíveis na construção interna. A pressão dos pneus pode diminuir por pequenas perfurações, pelo escape natural de ar pelos componentes do pneu ou até mesmo por uma descida da temperatura ambiente. Verifique a pressão dos pneus, inclusive do sobresselente, todos os meses e antes de uma grande viagem, preferivelmente com os pneus frios (que não tenham circulado mais de 4 quilómetros a baixa velocidade). Se se verifica em quente deve-se acrescer 0,3 bar à pressão recomendada. É importante verificar a pressão uma vez por mês, porque:

  • A baixa pressão aumenta o risco de danificar os pneus
  • Um excesso de 20% de pressão reduz bastante a vida do pneu.
  • Uma pressão correcta aumenta a vida útil do pneu e permite poupar combustível


Right tyre pressureA pressão recomendada NÃO se indica no pneu. A pressão de enchimento que aparece no lateral do pneu é só a pressão de enchimento máxima do pneu. A pressão de enchimento recomendada pode encontrar-se:

  • No manual de utilizador do veículo
  • No lateral da porta, junto ao assento do condutor
  • No interior da tampão do depósito de combustível

 

 

4. Equilibragem

A EQUILIBRAGEM PROLONGA A VIDA DO PNEU

BalancingA equilibragem ajuda a prevenir um desgaste prematuro dos pneus e elimina as vibrações. Também protege a suspensão, a direcção e a transmissão do veículo. Sempre que se troquem ou desmontem, os pneus devem ser equilibrados.

5. Alinhamento das rodas

UM ALINHAMENTO CORRECTO GARANTE A SUA SEGURANÇA

Um alinhamento correcto de direcção e uma suspensão em bom estado influi positivamente no comportamento do seu veículo e na sua segurança. A mesma pode ficar afectada se o pneu embate com um objecto sólido como uma berma ou um buraco. É importante que o alinhamento seja correcto para:

  • Conseguir a melhor condução
  • Proteger os pneus de um desgaste irregular ou rápido
  • Poupar combustível

6. Pneus traseiros

OS PNEUS NOVOS DEVEM SER MONTADOS NO EIXO TRASEIRO

Os pneus traseiros não estão ligados ao volante, o que dificulta o controlo da sua aderência. Para conseguir uma eficiência óptima, verifique regularmente a pressão e o estado dos pneus, especialmente durante a rotação dos mesmos, pois muitos veículos especificam pressões diferentes para o eixo dianteiro e o traseiro. Por segurança, os pneus novos ou menos gastos devem ser sempre montadosno eixo traseiro para garantir:

  • Maior controlo em travagens de emergência ou curvas cerradas
  • Menor risco de perder controlo do veículo, especialmente em superfícies molhadas
  • Melhorar a condução, especialmente em situações difíceis, independentemente de que o veículo seja de tracção dianteira ou traseira

7. As válvulas

AS VÁLVULAS E OS TAMPÕES PROTEGEM-NO E PROTEGEM OS PNEUS

Tyre valveAs válvulas e os seus componentes costumam ser de borracha, por isso acabam por se deteriorar. Mudar as válvulas ao comprar pneus novos é uma forma barata de proteger os pneus e o veículo. A altas velocidades, uma válvula de borracha dobra-se devido à força centrífuga e acaba por se  deteriorar. O tampão da válvula também é importante. É o que mantém a estanquicidade e protege do pó e da sujidade.  Verifique regularmente o bom estado das válvulas e dos tampões para:

 

  • Manter a estanquicidade e pressão correcta do pneu
  • Garantir uma vida mais longa do pneu

8. Manipulação e armazenagem

MANTENHA OS PNEUS A SALVO

Por segurança, é extremamente importante manter os pneus armazenados longe de chamas, qualquer objecto incandescente ou substância capaz de provocar faíscas ou descargas eléctricas (por exemplo, geradores de bateria). Quando se manipulam pneus é recomendável utilizar luvas de protecção. Os pneus devem-se armazenar:

  • Numa zona arejada, seca e temperada, longe da luz directa do sol e da chuva
  • Longe de produtos químicos, diluentes ou hidrocarbonetos que possam alterar a natureza da borracha
  • Longe de qualquer objecto que possa penetrar na borracha (metais pontiagudos, madeira, etc.)

9. Reparação de pneus

O PRIMEIRO PASSO PARA REPARAR UM PNEU? VISITAR UM PROFISSIONAL

Tyre Repair

Quando for preciso reparar um pneu é fundamental ir a um especialista para que desmonte o pneu da roda e inspeccione o interior. É absolutamente necessário porque os danos internos não se vêem quando o pneu está montado na jante. Um profissional:

  • Garantirá o cumprimento dos processos de montagem, desmontagem, equilibragem e enchimento do pneu e a substituição sistemática da válvula.
  • Verificará o estado interno do pneu, detectando qualquer dano não visível na superfície
  • Comprovará que o pneu se volta a colocar correctamente, optimizando a condução e o conforto
  • Garantirá o cumprimento das normas legais e do fabricante no momento de escolher pneus: estrutura, dimensões, código de velocidade e capacidade de carga
  • Assegurará o cumprimento da pressão de utilização prescrita pelo construtor do veículo ou pelo dos pneus
  • Terá em conta as instruções de montagem e advertências nos flancos (direcção de rotação ou direcção de montagem)
  • Terá em conta as características de pneus específicos (pneus de perfil baixo, runflat, autoselantes, etc.)
  • Garantirá a sua segurança

10. Duração

QUANDO MUDAR DE PNEUS?

A duração de um pneu varia tanto que é impossível prever exactamente a sua vida útil. Um pneu está formado por vários tipos de compostos de lonas e borrachas que influem no seu comportamento. A sua evolução depende de muitos elementos como o tempo, as condições de armazenagem e de utilização, entre outros muitos factores a que se submete o pneu na sua vida. Por isso recomendamos aos condutores que verifiquem o aspecto dos seus pneus que estejam atentos à perda de pressão ou de qualquer fenómeno anormal (vibração, ruído, tracção), que poderiam indicar que os pneus se devem substituir.

Recomendamos:

  • Ir a um especialista para verificar os pneus do seu veículo se têm mais de cinco anos, pelo menos uma vez por ano.
  • Seguir as recomendações de substituição dos pneus do construtor do veículo
  • Trocar os pneus com mais de dez anos desde a data de fabrico, embora pareçam estar em bom estado e não tenham atingido o limite legal de desgaste

ARTIGOS LIDOS RECENTEMENTE

Não há artigos vistos recentemente

  • Turismo
  • 4x4 / suv
  • Veículos Comerciais
Loader