Quando substituir os pneus da minha moto?


A sua segurança está em primeiro lugar: verifique os seus pneus

Os pneus em mau estado podem afetar a performance do seu veículo e até mesmo colocar em perigo a sua segurança e a dos seus ocupantes. Recomenda-se que faça uma inspeção semanal para verificar:

  • o estado dos pneus
  • a profundidade do piso
  • eventuais danos devido a impactos ou qualquer sinal de desgaste anormal e verificar a pressão dos pneus duas vezes por mês.

Em caso de dúvida, peça sempre o conselho de um especialista!

Seis motivos para substituir os seus pneus

1. O pneu está furado

Os pneus são duráveis e foram concebidos para suportar um determinado número de impactos, mas podem acabar por furar. Caso tenha um pneu furado, o pneu deve ser inspecionado por um mecânico profissional. Apenas um profissional poderá confirmar se a câmara interior do pneu não sofreu um dano irreparável.

2. Atingiu o limite de desgaste legal do piso

O símbolo do homem Michelin no lado superior dos seus pneus significa que inclui um indicador de desgaste do piso. Semelhante a pequenos altos, podem ser facilmente identificados na parte inferior das ranhuras principais.

Quando a borracha tiver sido gasta até este nível, o pneu atingiu o limite de desgaste legal do piso de 1 mm. A Michelin aconselha vivamente a substituir os pneus antes de atingir este ponto. Para além deste ponto, a sua segurança não pode ser garantida, nem a aderência ou a performance, em especial em piso molhado.

3. Pneus revelam sinais de envelhecimento

É difícil prever o tempo de vida útil de um pneu porque não está relacionado com a sua data de fabrico. Os pneus que nunca tenham sido utilizados, ou que tenham sido usados com pouca frequência, podem apresentar sinais de envelhecimento. Existem muitos fatores que podem afetar a sua vida útil: condições meteorológicas, armazenamento e condições de utilização, carga, velocidade, pressão dos pneus, manutenção, estilo de condução...

A Michelin recomenda que todos os motociclistas dediquem, regularmente, algum tempo para inspecionar os seus pneus para poderem identificar eventuais sinais de envelhecimento ou desgaste: deformações ou fissuras no piso, nos ombros ou flancos...
Os seus pneus também devem ser verificados por um profissional que pode avaliar se é necessário ou não proceder à sua substituição.

O teste dos 5 anos… antes que seja demasiado tarde!

Após 5 anos ou mais de utilização, os pneus devem ser examinados todos os anos por um mecânico profissional. Se os pneus precisarem de ser substituídos, siga as recomendações do fabricante em relação à substituição dos componentes originais. Como precaução, todos os pneus que não tenham sido substituídos após dez anos devem ser trocados, mesmo que aparentem estar em boas condições gerais e não tenham atingido o limite de desgaste do piso.

4. O pneu está danificado

O pavimento, buracos ou objetos pontiagudos podem danificar os pneus. Todos as roturas, cortes ou deformações devem ser cuidadosamente examinados por um mecânico profissional. Apenas um profissional pode confirmar se o pneu pode ser reparado.
De uma forma geral, não conduza com pneus danificados ou furados.

Quando é que os danos do pneu não permitem reparação?

  1. Furos nos flancos do pneu
  2. Talões deformados ou visivelmente danificados
  3. Borracha do piso deformada ou a começar a saltar
  4. Desgaste que permita visualizar a lona de proteção ou a carcaça debaixo do piso ou nos flancos
  5. Danos devido a óleos ou substâncias corrosivas
  6. Manchas ou arranhões nas faces interiores, resultantes de uma condução com pressão dos pneus insuficiente.

 

5. O pneu apresenta um padrão de desgaste invulgar

Um desgaste anormal do piso do pneu - localizado em determinados locais, como o centro ou nos ombros - é geralmente um sinal de problema mecânico (amortecedores, transmissão, montagens deficientes…) ou uma questão de calibragem. Também pode ser consequência de uma pressão dos pneus incorreta.

Para evitar um desgaste anormal, verificar a calibragem da roda a cada seis meses. Isto vai permitir prolongar a vida útil dos seus pneus e conduzir de forma mais confortável. Para além disto, o desgaste nos seus pneus pode parecer excessivo em relação à quilometragem, quando comparado com outras motos conduzidas exatamente nas mesmas condições.

Se isto acontecer, contacte o seu especialista.

6. Tem os pneus incorretos para o seu veículo

Escolha os seus pneus de acordo com os requisitos legais e o tipo de equipamento recomendado para o seu veículo. Para uma performance otimizada, use pneus com o mesmo padrão de piso no eixo dianteiro e traseiro. Os pneus com designs, pisos e padrões de desgaste diferentes podem afetar o equilíbrio e a estabilidade do veículo. Nunca instale um pneu radial e um pneu não radial no mesmo veículo, a não ser que tenha instruções específicas do fabricante.

Quando chegar o momento de trocar os seus pneus, consulte o nosso seletor de pneus ou um dos nossos especialistas para garantir que está a fazer a escolha certa.

Precisa de mais ajuda?

Está a utilizar um navegador não suportado
Está a utilizar um navegador que não é suportado por este site. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido, o que pode levar a comportamentos anormais quando estiver a navegar no site. Utilize ou atualize/instale um dos seguintes navegadores para tirar o melhor proveito deste site.