Reparação de pneus:: o meu pneu pode ser reparado?

Sofreu um furo recentemente? Não tem a certeza se é possível fazer a reparação do pneu e como fazê-lo? Encontre as nossas respostas neste artigo.

Como é que sei se é possível fazer a reparação do pneu?

O primeiro aspeto que importa saber é que depende do local onde o pneu está furado.

Na zona do piso:
o pneu tem reparação na maioria dos casos. A não ser que o furo seja demasiado grande, a reparação do pneu é geralmente possível. Contudo, é importante retirar o pneu para garantir que não está deformado e/ou danificado por ter circulado com baixa pressão.

Na zona do ombro:
nesta zona, não é possível proceder à reparação do pneu furado. O pneu tem de ser substituído.

No flanco:
geralmente, o pneu não tem reparação, porque existe um elevado risco de terem ocorridos danos que enfraquece a estrutura geral do pneu.

Existe uma exceção:
se o código de velocidade no flanco do seu pneu não excede a classificação T, o flanco é reparável se o furo apresentar um diâmetro igual ou inferior a 3 mm. Acima deste índice, a reparação do pneu é fortemente desaconselhada para evitar qualquer risco de segurança.

Em que situações é que um pneu furado na zona do piso não pode ser reparada?

Quando sofre um furo no pneu, existe uma fase mais ou menos longa a circular com o pneu furado até ao veículo parar completamente. Ao conduzir com o pneu furado ou com baixa pressão, o pneu pode sofrer danos na estrutura geral (pressão, trepidação, deslocação do pneu).

Como funciona?

Quando conduz com baixa pressão ou com um pneu furado, o flanco fica esmagado.

Isto causa a deterioração na estrutura geral do pneu, o que pode originar vários problemas:

- Pneu pressionado: o pneu está marcado no interior depois de ter sido esmagado devido à falta de ar (baixa pressão).
- Trepidação da borracha interior: os pedaços de borracha aquecem e partem.
- Deslocação do pneu conduzindo ao rebentamento.

Se a carcaça tiver sido danificada, o seu pneu fica demasiado fraco e não pode ser reparado, mesmo que o furo tenha sido no piso.

Reparação do pneu: 3 métodos

Existem três formas de reparar um pneu:

- Com um PRP, também conhecido como “cogumelo”: esta reparação de pneus, realizada por profissionais, é a de melhor qualidade. O profissional desmonta o pneu, examina o interior para verificar o nível de danos, tapa o orifício, coloca o PRP pelo interior e cola-o em posição para ficar completamente vedado.
- Com um taco: é introduzido no pneu pelo exterior. Este tipo de reparação de pneus é fortemente desaconselhada porque não implica uma verificação do interior do pneu, depois de circular com baixa pressão ou furado, para avaliar os danos que possam ter ocorrido.
- Com um remendo: este é um processo semelhante ao utilizado para reparar a câmara de ar de uma bicicleta. Este tipo de reparação também não é recomendada porque veda no interior, mas não entre o piso e a borracha interior. Desta forma, existe risco de infiltração de água e oxidação das camadas (parcialmente metálicas). Se ocorrer este dano, pode originar o rebentamento do pneu.

Kit de reparação de pneus: consegue reparar um pneu com eficácia?

Um kit de reparação de pneus é geralmente composto por spray de reparação de pneus que preenche o orifício ao injetar espuma no pneu, ou um taco para encher o orifício pelo exterior.

A Michelin não recomenda reparar o pneu permanentemente com estes métodos, porque não é realizada a verificação do interior do pneu, potenciando os riscos mencionados acima.

Em caso de furo no pneu, também é aconselhável trocar a roda e levar o pneu furado para ser examinado por um profissional.
Se não tem pneu sobressalente, ou se não estiver utilizável, chame um reboque para levar o seu veículo até à oficina mais próxima.

Se nada disto for possível, então use o seu kit de reparação de pneus como último recurso. Este tipo de reparação só poderá ser temporário, para que possa conduzir até à oficina mais próxima onde o profissional irá avaliar se o pneu é reparável ou se precisa de ser substituído.

Encontre pontos de venda de pneus perto de si em segundos

Car
  • Car
  • Motorbike
Car
  • Car
  • Motorbike
Localizar-me

Cinco grandes cidades de Portugal

Reparação de pneus por um profissional

A reparação de pneus efetiva é uma operação técnica e os profissionais estão treinados para o fazer. Eles sabem como examinar o interior do pneu e determinar se tem reparação.

tyre repair step 1

Depois de localizarem o local exato do furo, o corpo estranho é removido.

tyre repair step 2

Esta zona interior do pneu é limpa e o produto é aplicado na área afetada.

tyre repair step 3

É introduzido um “cogumelo” no orifício, de dentro para fora.

tyre repair step 4

Em seguida, a parte saliente é cortada. O orifício é preenchido e a vedação é ótima.

É seguro reparar um pneu furado?

Por vezes, os pneus podem ser conduzidos a velocidades elevadas. É por isso que é importante um pneu ser corretamente reparado para garantir a sua segurança.

Uma reparação de pneu só é segura se for realizada corretamente, por isso é tão importante que seja realizada por um profissional. Se após a verificação se comprovar que o pneu pode ser reparado, o profissional fará a reparação adequada ao furo e o pneu terá uma performance semelhante à que tinha antes do furo.

Se o pneu não estiver danificado por rodar com baixa pressão, a sua vida útil será exatamente a mesma como se o pneu não tivesse furado.

Todos os pneus podem ser reparados?

“Alguns pneus foram concebidos para necessidades específicas. Têm características específicas que podem colocar em dúvida a sua possibilidade de reparação.

Existem três tipos:

1 - Pneus acústicos:

incluem uma espuma especial que reduz o ruído do pneu quando está em andamento.
Este tipo de pneu pode ser reparado, tal como um pneu convencional.
Alguns fabricantes não fornecem pneu sobressalente com determinados veículos e, neste caso, preferem instalar pneus mais resistentes a furos:

2 - Pneus autovedantes:

estes pneus são autorreparáveis apenas na zona do piso.
Em caso de furo, uma borracha obstruí automaticamente o orifício.
Este tipo de pneu pode ser reparado, tal como um pneu convencional.
Se os pneus autovedantes estiverem disponíveis nas dimensões especificadas pelo fabricante do seu automóvel poderá instalar os pneus no seu veículo.

3 - Pneus Runflat:

estes pneus permitem continuar a conduzir até à oficina mais próxima, após um furo, sem danificar o interior do pneu.
Na Michelin, os pneus runflat estão identificados como ZP (Zero Pressure) e/ou EMT (Extended Mobility Tyres).
Os pneus runflat podem ser reparados uma vez.
Tenha em atenção que os pneus runflat são instalados numa jante específica adaptada a uma determinada categoria de veículo. Não podem ser instalados numa jante normal.”

Encontre os pneus Michelin perfeitos para si em segundos