Qual é a pressão dos pneus para o meu automóvel? 

Utilizar os pneus do seu veículo com a pressão dos pneus correta, não só otimiza a performance como também aumenta a sua segurança pessoal e a dos outros automobilistas quando conduz.

Por outro lado, uma pressão dos pneus incorreta vai reduzir a aderência dos seus pneus e aumentar as distâncias de travagem. Também pode danificar os seus pneus, reduzir a sua vida útil e aumentar o consumo de combustível. Vejamos como pode evitar estes riscos e qual a pressão dos pneus necessária para o seu veículo.

Qual é a pressão para os seus pneus?

Verificar a pressão dos pneus é simples e gratuito. É importante usar a pressão recomendada pelo fabricante para evitar um enchimento excessivo ou insuficiente.

• O excesso de pressão pode originar um desgaste prematuro do pneu no centro do piso.
• A pressão insuficiente pode originar um desgaste prematuro nos ombros do pneu. Reduz as qualidades de aderência.
 

A pressão dos pneus recomendada pelo construtor

A pressão definida pelo construtor foi otimizada de acordo com a combinação entre veículo/pneu. Todas as performances foram verificadas pelo construtor com um objetivo claro: a sua segurança.

Por esse motivo é imperativo consultar a pressão recomendada pelo construtor do seu automóvel.

Está geralmente indicado:

• num autocolante na porta no lado do condutor,
• no tampão de combustível,
• ou no manual do veículo.
 

A pressão recomendada para os seus pneus dianteiro e traseiro podem não ser idênticas. Também poderá ver que são indicados dois tipos de pressão:

• pressão normal: esta é a pressão convencional
• pressão com carga: para ser adotada quando o veículo está particularmente carregado, por exemplo, na viagem de férias.

A pressão é indicada na unidade de pressão usada no país onde vive: em BAR ou em PSI (1 bar = 14,50 psi).

microsoftteams image 3

Os riscos da pressão dos pneus incorreta

As recomendações do construtor são essenciais para a sua segurança e deve consultá-las sempre que verificar a pressão dos seus pneus. Caso contrário, a sua performance pode ser afetada, especialmente nas seguintes situações:

Durabilidade

Conduzir com pneus com pressão insuficiente provoca a deterioração da estrutura global do pneu, o que pode levar à sua deslocação e/ou rebentamento.

Hidroplanagem

Se estiver abaixo da pressão dos pneus recomendada pelo construtor do veículo, existe um forte incremento no risco de hidroplanagem.

Travagem

A diferença de 1 bar, ou 14 psi, face à recomendação de pressão do fabricante do veículo pode aumentar a distância de travagem em piso molhado em 11 metros.

Consumo de combustível

Os pneus com pressão insuficiente em 14 psi (1 bar) aumentam a resistência ao rolamento, o que aumenta o consumo de combustível em 1 depósito de combustível por ano.

A pressão dos pneus correta: uma manobra segura, económica e responsável

Um pneu com a pressão recomendada melhora a segurança, é mais económico e amigo do meio ambiente. 

Como um pneu perde alguma da sua pressão através de causas naturais (geralmente, cerca de 0,07 bar por mês), é necessário realizar uma verificação regular.

Se o seu veículo tiver sido construído depois de 2014, deverá incluir um sistema TPMS (Sistema de monitorização da pressão dos pneus) que alerta quando os pneus têm pressão insuficiente. Contudo, recomenda-se que não espere pelo alerta para verificar a pressão correta dos seus pneus.

microsoftteams image 5

Procure a marcar do seu veículo para encontrar a pressão certa para os seus pneus

map search desktop

Encontre pontos de venda de pneus perto de si em segundos

Automóvel
  • Automóvel
  • Moto
Automóvel
  • Automóvel
  • Moto
Localizar-me
Está a utilizar um navegador não suportado
Está a utilizar um navegador que não é suportado por este site. Isto significa que algumas funcionalidades podem não funcionar como pretendido, o que pode levar a comportamentos anormais quando estiver a navegar no site. Utilize ou atualize/instale um dos seguintes navegadores para tirar o melhor proveito deste site.