Etiquetagem europeia de pneus:
Em que consiste?

Escolher os pneus adequados para o seu veículo não é nada fácil. Há muitos parâmetros que devem ser tomados em conta antes de comprá-los. No contexto económico e ecológico atual, é ainda mais importante estar bem informado para comprar os melhores pneus em termos de duração, segurança e eficiência em consumo de combustível. Para isso, existe a Etiquetagem Europeia.

Etiquetagem Europeia de pneus: descrição e marcações

Etiquetagem Europeia de pneus num "piscar de olhos"

A Comissão Europeia introduziu a etiquetagem dos pneus na Europa em 2012 para ajudar os consumidores a optarem pela melhor escolha.
Requer que os pneus de turismo,  SUV e comerciais possuam uma etiqueta que disponibilize informação clara sobre as performances dos mesmos (índices de aderência em molhado, índices de eficiência em consumo de combstível e nível de ruído).

As classificações são disponibilizadas pelos própios fabricantes de pneu, de acordo com os resultados dos testes cujos métodos foram definidos a nível europeu.

Nova etiquetagem europeia de pneus com mais informação

A partir de 1 de maio de 2021, a etiquetagem europeia será modificada,  ​​principalmente promovido pela política climática e energética da União até 2030 que fomenta a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Como ler a nova etiquetagem europeia?

fuel

O novo regulamento introduz muitas mudanças na etiquetagem.  Consulte o guia para entendê-los:

Informação básica do pneu

Neste capítulo dá-lhe a informação acerca do nome comercial ou marca do fabricante,  designação da dimensão, identificação do tipo de pneu (por exemplo, C1, C2 ou C3).

Níveis de classificação

Uma das principais mudanças referem-se aos níveles  de classificação à resistência de rolamento e de travagem em molhado que agora reduzem-se a 5 níveis desde A (mais eficiente) a E (menos eficiente).

É incorporado o pictograma com a montanha de 3 cues com um floco de neve no seu interior que certifica a aderência na neve ("3 Peaks Mountain Snow Flake") e,u  pictograma de "aderência no gelo"  representado por um triângulo com uma montanha no seu interior que surgem quando o pneu cumpre com estas certificações.

01

Eficiência energética do pneu

1 DEPÓSITO DE COMBUSTÍVEL EM CADA 5
é consumido pelos pneus

Um pneu ao rodar deforma-se quando entra em contacto com a estrada. A deformação da sua estrutura provoca um aquecimento e a energia dissipa-se. A redução desta acumulação de calor permite baixar o consumo de combustível e, em consequência, as emissões de gases de efeito estufa. A força que se opõe à rotação do pneu denomina-se "resistência ao rolamento" .

gain fuel efficiency 1093 x 663

172 € (1)

A poupança média no consumo de combustível num veículo equipado com pneus com classificação A em comparação com um equipado com pneus com classificação E.

Na escala de classificação da "Eficiência energética" junta-se a classe D (anteriormente vazia).

Por exemplo: um pneu com classificação E na antiga etiqueta passa a D segundo a nova.

02

Aderência em molhado do pneu

DISTÂNCIA DE TRAVAGEM EM ASFALTO MOLHADO
1 milisegundo

O pneu é o único ponto de contacto do veículo com a estrada. A 80 km / h, tem-se menos de 1 milésimo de segundo para responder às solicitações do condutor . O pneu é un componente importante da segurança de um veículo. O seu propósito é aderir à estrada, independentemente do estado do pavimento, da situação de condução, em reta ou em curva, na aceleração ou na travagem e das condições climatéricas.

mtg etiq illus retouche

9 m

É em média, a redução da distância de travagem  para um veículo que circula a 80 km / h e equipado com pneus com classificação A em comparação com um equipado com pneus com classificação D(2).

Na escala de classificação da "Aderência em molhado" junta-se  classe clase D (anteriormente vazia).

Por exemplo: um pneu com classificação  E na antiga etiqueta passa a D com a nova.

03

Nível de ruído dos pneus

RUÍDO AMBIENTAL EXTERIOR
medido em decibéis (dB)

As anteriores classificações de 1 a 3 ondas, agora são substituídas pelas letras: A, B ou C (3 ondas = C).
O ruído de tráfego é uma contaminação acústica. Para um veículo que circula a uma velocidade constante de 80 km / h, o ruído gerado pelo rolamento dos pneus na estrada é, em geral, superior ao ruído do motor. Este ruído de rolamento depende do tipo de pneusey do tipo de revestimento da estrada.

mtg etiq illus 03 hd f39 noise



Um pneu com classificação A é 50% menos RUIDOSO  do que um pneu com classificação B(3).

Novo pictograma

A nova etiquetagem europeia também inclui:

Um código QR

No canto superior direito da etiqueta.
Faça um scan deste código para descarregar mais informação sobre o pneu. Está associado a uma base de dados europeia (EPREL) que proporciona toda a informação relacionada com a etiqueta do pneu, assim como, a uma ficha de informação do produto.

neige 613x202px

Símbolo 3PMSF
Montanha com três cumes com um floco de neve no seu interior

Os pneus marcados com o pictograma “3PMSF” são os únicos que garantem reais performances invernosas para el utilização na neve, uma vez que cumprem segundo um teste de certificação específica(4).

30 m(5)

A 50 km/h, os pneus de inverno travam numa distância 30 m antes que pneus de verão (5).

montagne 613x202px

Símbolo ICE GRIP
 Distância de travagem no gelo

Sendo o único ponto de contacto com a estrada, o pneu é essencial para manter a segurança em estradas com gelo e que se encontram nos países nórdicos, por exemplo. Esta é a razão porque as performances no gelo são agora identificadas por este novo pictograma "Ice Grip" (um triângulo com uma montanha no seu interior) que destaca a distância de travagem no gelo.

1,4 m(6)

A 20 km/h, um pneu identificado com o pictograma "Ice grip" trava  1,4 m antes no gelo do que um pneu do tipo all-season(6).
Os pneus identificados com o pictograma "Ice Grip'' estão concebidos especificamente para circular por estradas com gelo e neve compacta e, só devem ser utilizados em condições de invernos muito severos (por exemplo, temperaturas frias). O uso deste tipo de neumáticos en condiciones climatológicas más cálidas  podría alterar sus prestaciones en cuanto a duración y agarre. 

O que é que mais posso fazer para melhorar a eficiência em consumo de combustível e segurança rodoviária?

A forma de conduzir também tem um grande impacto no consumo de combustível e na segurança rodoviária. Felizmente, existem muitos conselhos que pode adotar para melhorá-los:

Uma condução eco-responsável

Conduzir com suavidade pode ajudar significativamente a redução do consumo de combustível. Encontre aqui mais sugestões e conselhos.

Distância de segurança

Manter as distâncias de segurança que permitir-lhe-á antecipar e usar o motor como auxiliar travão para reduzir a velocidade do veículo.

Pressões dos pneus

Deve revê-las com regularidade (especialmente antes de iniciar viagens longas) para otimizar a eficiência no consumo de combustível e a aderência em molhado. Saiba aqui como comprovar a pressão dos pneus.

Organize

a sua viagem e verifique o tráfego antes de partir,  poupará tempo e combustível! Experimente Via Michelin para planificar o seu itinerário.

scott clark

Scott Clark, Michelin Executive Vice President, Automotive, Motorsport, Experiences, and Americas Regions - Member of the Group Executive Committee during MICHELIN e.PRIMACY live - Michelin Headquarters, Clermont-Ferrand, France - November 5th 2020 B) Jerome Cambier / MICHELIN

Scott Clark
Vice-presidente Executivo da MICHELIN

Automóvel, MotorSport, Experiências, Região América
Membro do Comité Executivo do Grupo

Espírito inovador Michelin

As contínuas melhorias da Michelin têm como objetivo oferecer uma mobilidade segura, eficiente, acessível para todos e mais ecológica. A inovação está no coração de cada pneu que fabricamos.

“Os problemas do meio ambiente são fundamentais para as nossas prioridades estratégicas. Para reduzir a pegada ecológica mais depressa, a Michelin comprometeu-se a reduzir as emissões de CO2 de todas as suas instalações de produção em 50% para 2030 em comparação com 2010, com o objetivo final de alcançar a neutralidade de carbono para 2050. A Michelin também está a desenvolver soluções renováveis e materiais recicláveis para fabricar os seus pneus, melhorando ainda mais as suas performances. Para 2030, os pneus MICHELIN serão 20% mais eficientes energeticamente que em 2010. Amanhã tudo será sustentável!"

Encontre o pneu MICHELIN adequado

Outros artigos que podem ser do seu interesse

Menções legais

(1) Baseado em poupanças de 150 litros de combustível numa distância de 40.000 km a 1,15 € por litro (média ponderada). O ganho pode variar segundo o veículo e condições de condução. Rendimento medido de acordo com o método de teste estabelecido no regulamento UN ECE R117.
(2) Distância de travagem de 80 a 20 km/h, medida de acordo com o método de teste estabelecido no regulamento UN ECE R117.
(3) O ruído é medido num veículo que circula a 80 km/h com o motor desligado, de acordo com o método de teste estabelecido no regulamento UN ECE R117.
(4) Ensaio de eficácia de travagem em condições invernosas segundo o método ETRTO (Organização Técnica Europeia de Pneus e Jantes).
(5) Diferença média na distância de travagem de um pneu de inverno em comparação com um pneu de verão. Distância de travagem em superfície com neve de 50 a 0 km h. Testes TÜV SÜD 2013, com 205/55 R16, realizadas a -5 ° C.
(6) Distância de travagem no gelo de 20 a 5 km/h, medida de acordo com o método de teste estabelecido na Norma ISO 19447.